Elvio Souza, Estudante de Direito
  • Estudante de Direito

Elvio Souza

São José dos Campos (SP)
2seguidores52seguindo
Entrar em contato

Comentários

(19)
Elvio Souza, Estudante de Direito
Elvio Souza
Comentário · há 5 meses
Sob o prisma do novo Cpc continua a mesma coisa, haja vista o retratado no art. 593, II do Cpc 73 estar transcrito com algumas pequenas alterações no art. 792, IV, do Cpc 2015:
"A alienação ou a oneração de bem é considerada fraude à execução:
(...) IV - quando, ao tempo da alienação ou da oneração, tramitava contra o devedor ação capaz de reduzi-lo à insolvência;"
E no mesmo art. 792, § 3º se verifica o seguinte:
"Nos casos de desconsideração da personalidade jurídica, a fraude à execução verifica-se a partir da citação da parte cuja personalidade se pretende desconsiderar."
Ou seja, agora o fato de a fraude se constatar apenas depois da citação está explícito no novo Cpc, o q antes não havia no antigo código Buzaid (Cpc de 1973).

Perfis que segue

(52)
Carregando

Seguidores

(2)
Carregando

Tópicos de interesse

(173)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Elvio

Carregando

Elvio Souza

Entrar em contato